jump to navigation

A Construção de Noite sem Fim janeiro 8, 2012

Posted by rpellanda in Notícias.
trackback

Noite sem Fim, o livro que abre a série de fantasia O Além-mar, é fruto de quase dois anos de trabalho. Durante este período, a história passou por sucessivos ciclos de amadurecimento, revisão e transformação.

Sempre quis que Noite sem Fim fosse uma história centrada nos personagens. O eixo inicial tinha que ser um protagonista forte, mas um tanto imaturo e conflituado.

O Martin brotou do meu inconsciente de forma natural. Um garoto de quatorze anos que, além das inseguranças normais da idade, está fragilizado por uma situação de vida que não era a que ele desejava. O pai partiu para o Além-mar (de onde todos sabem que ninguém retorna) há seis meses. Martin foi obrigado a morar com um tio e um primo que nunca foram próximos e que não nutrem nenhuma simpatia por ele.

Acuado de todas as formas possíveis, Martin poderia resignar-se e deixar tudo como está. Mas há algo mais nele: uma força, um espírito explorador, uma inquietude… No começo, estas coisas não transparecem muito; são sutis. À medida que o Martin mergulha na trama em busca das respostas de que tanto precisa, ele vai descobrindo que tem mais dentro de si do que apenas dúvidas e insegurança.

Todo este percurso é pontuado por conflitos internos. No começo, Martin pode seguir o caminho mais difícil e perigoso ou deixar tudo para lá. Depois de envolvido na trama, ele tem que pesar o risco das coisas que está fazendo com a segurança daqueles que ama, especialmente da Maya. No final (ato III), a escolha fica ainda pior.

As verdades que ele desnuda são duras e as situações a que elas conduzem, perigosas. É nesta dança de ação e reação que ele amadurece. E este também será o fio condutor de toda a série: para completar o seu destino (maldito destino, diga-se de passagem) no final do livro dois, Martin precisará concluir a sua transformação em um homem adulto.

Maya é a filha do livreiro da Vila.

A livraria dos pais de Maya fica na Praça dos Anciãos, o ponto de encontro central da cidade.

A personagem vive no centro de um conflito: como todos na Vila que trabalham com livros é preciso dividir-se entre duas vertentes: uma confortável e a outra arriscada. Numa livraria, pode-se vender apenas literatura Anciã, ou aventurar-se com livros de verdade. O comércio dos livros autorizados pelos Anciãos, tais como as biografias do capitão Robbins (leitura obrigatória para qualquer cidadão respeitável), é seguro e gera um lucro garantido. Mas, na opinião de Maya ou de qualquer outra pessoa esclarecida, é uma leitura profundamente entediante. Livros de verdade, são caros e perigosos.

Maya sabe tudo sobre livros, tanto por trabalhar na livraria quanto por ser uma leitora voraz. Ela é resoluta e racional; suas decisões costumam ser bem pensadas e não intempestivas.

A relação entre o Martin e a Maya é de sinergia: embora sejam diferentes, quando estão juntos, tornam-se pessoas melhores do que seriam sozinhos. Acho que esta é uma característica muito comum em casais bem sucedidos.

Omar, o melhor amigo de Martin, foi pensado para ser uma espécie de contra-ponto.

Intelectual e amante dos livros, Omar é do tipo que organiza uma aventura, mas, na hora de colocá-la em prática, pode se arrepender, preocupado com as consequências.

Colocando o trio junto, é provável que a química seja mais ou menos esta: Martin quer explorar, mesmo que seja perigoso; Maya não discorda, mas aponta uma forma melhor de se fazer as coisas; Omar, concorda e acrescenta sugestões inteligentes e práticas (pelo menos até a hora em que as coisas acontecem, quando ele então se apavora).

Um dos assuntos que mais me interessa no estudo da técnica literária é trama & estrutura. Por isso, fiz questão de construir Noite sem Fim dentro de uma estrutura em três atos tradicional, adaptada às necessidades da trama. O leitor curioso e interessado no assunto, reconhecerá os três atos e as passagens (doorways) entre os atos I-II e II-III no decorrer da história.

Anúncios

Comentários»

No comments yet — be the first.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: